Os quatro ou cinco anos da graduação passam mais rápido do que se imagina. E, para chegar à formatura com maiores chances de conseguir um emprego, o grande desafio é aproveitar ao máximo as possibilidades que a vida acadêmica oferece. De acordo com especialistas ouvidos pelo Caderno do Estudante/Vestibular, a principal estratégia para facilitar a inserção rápida no mercado de trabalho é acumular experiência prática a partir de estágios realizados já nos primeiros anos do curso.

“O conhecimento prático na área vem em primeiro lugar. Não adianta o profissional ter vários cursos e nenhuma experiência, principalmente em áreas como Contabilidade, Informática e Secretariado”, afirma a gerente comercial da Oceanic Recursos Humanos, Janaína Fernandes Abreu.

Para Willian Mac-Cormick, sócio-diretor da Kastrup & Mac-Cormick Executivos (especializada na seleção e no desenvolvimento de capital humano), quanto mais cedo o aluno iniciar a vivência profissional maiores serão as chances de ser empregado. “Em alguns cursos, o aluno não tem base alguma para para estagiar logo no primeiro ano. Mas um profissional que sai da faculdade com três ou quatro anos de experiência terá mais facilidade para arrumar um emprego do que aquele que fez só seis meses de estágio”, alerta.

Segue o link para a matéria no site da Gazeta do Povo. Clique aqui

Blog "Executivos no Divã "

No ar "Executivos no divã", um novo blog fomentador da filosofia e psicanálise nas organizações e lideranças.

Mídias Sociais